sábado, 22 de novembro de 2008

Vestibular UFRN 2009 – Revisão geral

Daqui a algumas horas, o momento fatídico para diversos estudantes do ensino médio que concluem este ano e uns outros tantos que já passaram pelo colegial faz tempo, feito mainha.Alguns tópicos para revisão:

1. Aulões de véspera são uma piada de mau gosto, e só servem para encher o saco de estudantes e professores, mesmo quando se usa alimentos não-perecíveis como ingresso. Corujões, então, nem se fala; você, que virou a noite (ou tentou virar) com todas as apostilas do cursinho, caneta, pen-drive pra gravar o que os professores dizem, papéis pra anotação, dois litros de bomba de guaraná e pinças pra manter os olhos abertos – você, meu chapa, provavelmente perdeu um bocado de seu tempo com esses ritos de iniciação, estudando e revisando conteúdo do mesmo jeito que um ganso se alimenta de ração para servir de ingrediente de fois gras.


2. Ah, tá achando ruim que eu tire onda? A que horas você tem que chegar no local de prova? 7 horas e 15 minutos, certo? Já eu, que te fiscalizarei e cuidarei bem direitinho para que não dê uma de sabido e passe vergonha na sala onde estiver fazendo a prova, terei que estar no local de prova até as 6 e meia. Os coordenadores dos locais de prova, por sua vez, têm de aprontar o material para a prova na COMPERVE de madruga, lá pelas 4 e tantas. Portanto, não venha com chorumelas sobre as questões da prova nem muito menos reclame de insônia!

3. Continuando com a tiração de onda: uma amiga minha disse que o namorado dela provavelmente não a veria hoje devido a um desses aulões de revisão. Diz ele que quer tirar o primeiro lugar em geografia (se não me falha a memória). E ela, saudosa, doida pra dar uns beijos no cara... Ai ai ai... (Não sei se ela deseja ficar em primeiro também, já que, até uns dias atrás, era livro no café da manhã, almoço e janta, além da madrugada. Na última vez que vi ela (1), certamente conseguiu duas coisas: olheiras e um pouco de meu sardonismo, pra ver se ela aquietaria o facho e concordaria comigo no primeiro ponto desta postagem. Meu sucesso, obviamente, foi o menor possível.)

4. Fora de brincadeira, três curiosidades dignas de nota: 1) o vestibular da UFRN
é o único no Brasil que AINDA não passou por uma tentativa de fraude; 2) embora reformulada, o nível da prova AINDA é duvidoso, de fato que neguinho só não entra se for relapso ou nervoso; 3) AINDA assim,
cinco estudantes daqui tentaram fraudar o vestibular de uma faculdade privada em João Pessoa. Ê beleza!

5. Por fim, brevíssimo simulado: Quando acabar de ler esta postagem, você vai: a) dar uma com sua namorada (ou namorado)? b) direto pro corujão mais próximo do local de sua prova? c) matar o vício da Internet? d) postar um comentário ofensivo?

(1) E então, o complemento pronominal é esse mesmo?

Um comentário:

Ana Lee disse...

Fica complicado responder pois esse pessoal que faz prova quer que a gente reponda o que ele quer que a gente reponda.

Nunca esqueci: O que essa poesia de Zila Mamede quer dizer? E eu disse o que eu entendi, mas puxa, eu tinha que responder o que o cara que fez a prova achou que a Zila Mamede queria dizer com a poesia dela...

Baú de traças