sexta-feira, 3 de abril de 2009

Cidade Maravigosa

Quê? Cidade Maravigosa? Por que não? O Rio de Janeiro, fevereiro e março continua uma cidade maravilhosa e perigosa. Pô, ali na Presidente Vargas voltávamos eu e uma amiga minha do festival É Tudo Verdade, lá no CCBB, quando fomos abordados por moradores ali perto. De valioso, o celular dela e dois livros que eu tomara (1) emprestado aqui no IFCS (Instituto de Filosofia e Ciências Sociais, onde curso filosofia como intercambista). O preço deles? Quase noventa paus! Pelo menos não vou precisar pagar. (2)

Tá russo desse jeito. Não tem nem dois meses que cheguei, já fui assaltado duas vezes. A cidade é cara e acontece uma coisa dessas. A segunda maior cidade do Brasil, com tanto lugar bacana pra se visitar... OK, talvez eu tenha marcado touca, só que não vou deixar de sair por aqui por conta duma merda dessas; por outro lado, a polícia devia botar uns homens pra circular e tomar conta da área.

(1) Tomara que eu não fique paranóico!

(2) Ou seja, sofrer um outro assalto.

Um comentário:

Lu Rosário disse...

É nego, a coisa aí é feia..

Baú de traças